uma música intacta

a partir de Finalmente o texto de Natália Keri
com a participação de Natália Keri, voz e bateria

Conversávamos sobre as verdades tropicais, os dönner berlinenses e a palidês parisiense. Conversávamos sobre Pirituba, o trem e a falta de livrarias.
Conversávamos sobre o português.
No fim, pedi: Natália, me dá um poema? E, como em 2004, quando ela me deu um pedaço de papel com a letra de um samba, ganhei um email, agora em 2013, com as palavras que ela mesmo lhes lerá.